sexta-feira, dezembro 08, 2006

NAUFRÁGIO

Um dia esqueci-me
Que o destino sempre me quis só......
Soltei as amarras e deixei-me
Navegar, velas à solta num mar de sonhos
De brisas doces, horizonte infinito
Alaranjado, magistralmente pintado
Em pinceladas repletas de amor...

Fui, vagueando, só, embalada
Pela magia dum olhar amado
Pelo desejo do encontro

Perdi-me em marés vivas
De paixão
Lutei contra velhos Adamastores,
Guiei-me por estrelas encantadas,
Misteriosas, descobertas nas trevas
Que assombravam o meu coração

Persegui, entre nevoeiro cerrado,
Os sinais que sentia, mesmo na noite densa,
Mesmo só, mesmo longe, tão longe...

Esqueci-me
Que afinal
As ninfas iludem
E a fascinação também naufraga...

Esqueci-me, um dia,
Que o destino sempre me quis só......

Este poema lindíssimo e muito sentido é de Olga Fonseca. Quase todos nós naufragamos um dia, uns no alto mar outros até pertinho da costa, na rebentação das ondas... o que é mais doloroso ainda... Podem crer!
(a tocar «Sózinho» dos Táxi - lembram-se deles?, - um tema que tem tudo a ver comigo neste momento... os comandos da música encontram-se no fim do blog)

14 Comments:

At dezembro 09, 2006 3:32 da tarde, Blogger Isabel-F. said...

Sem dúvida que o poema é lindissimo. Gostei muito.

Bfds
Bjs

 
At dezembro 09, 2006 4:50 da tarde, Blogger MARTA said...

Palavras muito sentidas - lindo o poema.
Obrigada pela partilha
Beijos e abraços
Marta

 
At dezembro 09, 2006 6:09 da tarde, Blogger Thiago Forrest Gump said...

Mas, morrer na praia é opcional!




Bom fim de semana

 
At dezembro 09, 2006 8:19 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Alexandre querido!
Olá....lá vim eu visitar-te...pareces-me bem.
O poema é lindo e é sempre bom aqui voltar.
Espero que o fim-de-semana esteja a ser delicioso.
Beijos

 
At dezembro 09, 2006 9:57 da tarde, Blogger angel bar said...

Olá Alex, hoje debruço-me sobre a música. Adoro Táxi, anda sempre no meu carro. "Sozinho" um dos meus temas preferidos... Beijinho

 
At dezembro 10, 2006 12:04 da manhã, Blogger Cocas said...

Então que se passa??!!!!
Espero que o fim de semana esteja a correr bem ,
beijos

 
At dezembro 10, 2006 12:37 da manhã, Blogger margusta said...

Amigo Alexandre,
..passo para te deixar um beijinho e agradecer o teu carinho e apoio, nestes momentos dificeis que atravesso...mas Alexandre...é impressão minha ou hoje estás um pouco nostálgico...diria mesmo triste...

Deixo-te um abraço amigo e sentido!

 
At dezembro 10, 2006 2:15 da manhã, Blogger veritas said...

Olá Alexandre!

Gostava que tivesses também uma opinião minha sobre esse filme. Mas mantém-se o acordo para um futuro. Por mais que queira o meu tempo não estica. Vida profissional atribulada, dois filhotes...resta-me a paixão da escrita para desanuviar, mas não lhe posso dedicar o tempo que desejaria para satisfazer a minha paixão...

Bjs. Um óptimo fim-de-semana.

 
At dezembro 10, 2006 2:17 da manhã, Blogger veritas said...

Os Táxi! Que tempos, que saudades! Temos muito em comum!

Bjs.

 
At dezembro 11, 2006 8:20 da manhã, Blogger Alexandre said...

Isabel, Marta, Thiago, Laura, Angel, Sophia, Margusta, Veritas e outras pessoas que me falaram pessoalmente, via telemóvel, sms ou e-mail:

Obrigado a todos e todas. Este poema é lindíssimo, muito sentido e li-o numa altura em que me identifiquei muito com ele - há momentos assim!

Agora há que respirar fundo e manter a cabeça à tona. Alguém há-de encontrar e salvar os naufragos...

 
At dezembro 11, 2006 3:30 da tarde, Blogger ** sean paul** said...

Já não vinha aqui há algum tempo...
O poema está muito lindo!!!
Bjx

:)

 
At dezembro 11, 2006 6:02 da tarde, Anonymous Olga said...

Alexandre, e todas as pessoas q n conhecendo, me leram e sentiram... MT OBG!Olga

 
At dezembro 11, 2006 9:49 da tarde, Anonymous lebasi said...

Boa noite Alex: hoje sinto-te triste e um pouco perdido???Quantas vezes nos deixamos e queremos naufragar, ficar sós...Acredita qdo te digo que apesar de tudo, há sempre alguém que nos traz à tona e nos faz respiração boca a boca. As ninfas (essas ilusões) desaparecem, elas não são reais...Respira e não esqueças, mas sim lembra-te que há sempre algo por que lutar e tu és um lutador!Beijokinhas
(já saí das aulas se precisares de conversar dá um toque pois estou por aqui))

 
At dezembro 12, 2006 8:49 da manhã, Blogger Alexandre said...

lebasi, ou como quem diz....

Pois é, dias complicaditos, mas todos os dias de manhã me levanto com a disposição de quem vai realizar tudo aquilo que ainda não realizou em 40... e poucos anos, hehehe...

Sim, um dia ainda escreverei livros e darei conferências sobre emoções... bom, por agora, talvez umas dissertações sobre jornalismo, acho que prometi isto a alguém...

Beijokas.

 

Enviar um comentário

<< Home