quinta-feira, novembro 30, 2006

NAMORADOS DE MSN




Nos últimos tempos tenho ficado impressionado com o número de amigos meus e amigas minhas que namoram quase que exclusivamente através do MSN ou outro messenger, sms incluidos. E não falo só de jovens teenagers, refiro especialmente adultos nos trintas e nos quarentas.
Mas para mim, namorar tem que ser de corpo presente. Os MSN, e-mails ou sms são bons para marcar encontros, combinar pormenores, abordar temas superficialmente. Mas trocar a presença do corpo, das mãos, do rosto, do cabelo, da música que cada um transmite, da intuição, da voz, por meia dúzia de palavras entre cada enter, isso não tem a ver comigo.
Não critico quem o faça, cada um sabe de si, claro, e cada um namora como quiser, perto, longe, à distância, à meia distância... mas para mim namorar é estar cara a cara, olhos nos olhos, lábios nos lábios, voz na voz, mãos nas mãos, corpo no corpo, pele com pele, sentidos com sentidos... namorar para mim é torcer, acariciar, beijar, afagar, amassar, arranhar (mas pouco, hein?), morder, rebolar, despir, suar, agitar, usar, voltar a agitar, voltar a usar, voltar a acariciar, voltar a torcer, voltar a rebolar, usar, usar, usar... agitar, agitar, agitar... beijar, beijar, beijar...
Desculpem-me aqueles que namoram por MSN, mas para mim só a presença! De corpo! De espírito! De alma! Não faço por menos...
Beijokas e abraços... e, apesar de tudo, bons namoros... sejam por MSN, sejam cara a cara, sejam como forem!!!

15 Comments:

At novembro 30, 2006 6:38 da tarde, Blogger MJose said...

Rendo-me a essa tua definição, tão física de namorar (ou não fosses tu de "escorpião" e não tivesses "Vénus" como planeta regente no teu signo...), todavia vou mais looooooooonge e também não excluo a escrita, seja ela como for - via smn, messager, etc., etc...do conceito de namorar.
Namorar, para mim, inclui, ou deve incluir, todas as formas posssíveis e imaginárias de contacto com o outro. Vale tudo (menos tirar olhos, bem entendido e/ou fazer outras coisas agressivas ou drásticas, igualmente afins)!
Mas gostei muito do teu texto, soube-me bem lê-lo...
Saboreei o tom "exaltado" que deste ao assunto! É assim mesmo, meu amigo! E há que gritá-lo bem alto: Devemos estar, em tudo na vida, com paixão, de corpo e alma. Só assim faz sentido, vero?
Beijinhos e bom fim-de-semana.

 
At novembro 30, 2006 9:37 da tarde, Blogger angel bar said...

mais nada... hehehehe, bom feriado, beijinhos

 
At novembro 30, 2006 9:46 da tarde, Blogger Diabba said...

Eh lá... o Dióspiro ké Tomate (ou é o contrário??) fez um post assim a modos k pó porno... sem imagem... sim que com tto "suar arranhar, beijar, rebolar" etc etc... toma toma dá-me dá-me... nã teins bergonha seu fruto pecador?? hã???
Ainda dás ideias a alguma freira... tu vê lá... olha k o pároco da freguesia já tá um bocado usado... já faz part-times como porteiro do Inferno... e a freira ainda tem muita saúde... acaba ko home!!!
Beijo do Inferno (já com más ideias para aplicar no diabo, que anda a fugir ko rabo ao tridente...) hihihihihihih

 
At dezembro 01, 2006 12:08 da manhã, Blogger deep said...

Sem dúvida!

Bom fim-de-semana!

 
At dezembro 01, 2006 12:16 da manhã, Blogger Cristina said...

O que descreveste neste teu post é exactamente aquilo que eu própria sinto.

Apesar de eu ser uma "Peixes" muito dada ao romantismo e às palavras bonitas, o contacto, o tocar, o sentir o coração do outro a palpitar junto ao meu peito é a forma mais bonita de namorar. Quem me tira um passeio de mãos dadas, tira-me tudo.

Um grande beijo e bom fim-de-semana

 
At dezembro 01, 2006 12:41 da tarde, Blogger MARTA said...

Concordo contigo - também gosto de olhar, sentir, tocar, abraçar...
O texto está óptimo. Como sempre, aliás.
Obrigada pela partilha.
Beijos e abraços
Marta

 
At dezembro 01, 2006 1:04 da tarde, Blogger 13 said...

O amor já não é o que era... Já faltou menos para que o amor também seja exclusivamente virtual!

 
At dezembro 01, 2006 4:56 da tarde, Blogger veritas said...

Olá Alexandre:

Reitero as tuas palavras, não há, não pode haver nada que substitua o contacto físico, é isso que nos faz sentir, será um sintoma dos tempos de hoje? Não há tempo nem para namorar presencialmente?

Bjs. Bom fim-de-semana. Bom feriado.

 
At dezembro 01, 2006 6:38 da tarde, Blogger Miudaaa said...

Querido Amigo... muito embora defendas o teu NAMORO, o importante é na realidade perceber que cada um é como cada qual e gostos não se discutem... por isso gosto da tua conclusão: "e, apesar de tudo, bons namoros... sejam por MSN, sejam cara a cara, sejam como forem!!!"... por isso, A TOOODOSSS UM BOM NAMOROOO :-), mas N A M O R E E E M M M !!!

 
At dezembro 01, 2006 10:06 da tarde, Blogger Alexandre said...

MJOSE,

Pois é, dantes era mais comedido, na verdade!Com o tempo aprendi que as coisas boas da vida devem ser intensas. Namorar é bom - muito bom! - devemos tirar partido disso no bom sentido! Fico fascinado porque ainda conheces um pouco de mim depois de tanto tempo.

Uma super beijoka para ti! E obrigado pela assiduidade...

 
At dezembro 01, 2006 10:15 da tarde, Blogger Alexandre said...

ANGEL, DIABBA, DEEP, CRISTINA, MARTA, 13, VERITAS, MIUDAAA:

Vocês são fantásticas!!!
Sei que são mulheres de corpo inteiro, sensíveis, intuitivas, pessoas com quem apetece estar. Obrigado por estarem aí.

Um beijinho muito grande!!!

 
At dezembro 01, 2006 11:44 da tarde, Blogger Andreia do Flautim said...

Namorar é mesmo cara a cara, senão não é namorar!

O msn apenas ajuda a matar algumas saudades durante a semana quando ele não está cá. Porque apesar de viver cá, ele estuda noutra cidade.

 
At dezembro 01, 2006 11:47 da tarde, Blogger Nani said...

Alexandre... vieste à minha procura e fizeste muito bem... gostei da tua visita e espero que me visites mais vezes...

Nem que de propósito este tema é o tema também dos meus últimos dois post... espero que tenhas lido e gostado...

Eu voltarei mais vezes...

Nani

 
At dezembro 02, 2006 1:58 da manhã, Anonymous Anónimo said...

agora é que dá para perceber como woody Alen estava muito "à frente" com o seu filme de 198..."O Herói do ano 2000", onde existia uma cápsula que simulava aquilo que as pessoas já não sabiam fazer, sentir um orgasmo!!
:) Fica bem

 
At dezembro 02, 2006 5:55 da manhã, Anonymous Jofre Alves said...

Passei para ver o blogue, apreciar os artigos, admirar os textos, e o resultado é agradável, como sempre. Namoro virtual não se compara com o prazer da carne. Óptimo fim-de-semana.

 

Enviar um comentário

<< Home