sábado, dezembro 02, 2006

QUANDO EU TE FALEI EM AMOR
ANDRÉ SARDET


O André Sardet está na moda! Ainda bem! Mas para mim ele já estava na moda há muito tempo porque sempre gostei de o ouvir e das suas composições, algumas delas as baladas mais bonitas que já se fizeram na música portuguesa. Por isso é que está a tocar o «Quando eu te falei de amor», uma canção com muito significado para mim, ou não fosse eu um viciado nestas coisas das emoções... Para vocês cantarem afinados aqui fica a letra:

Quando os meus olhos te tocaram
Eu senti que encontrara
A outra metade de mim
Tive medo de acordar
Como se vivesse um sonho
Que não pensei em realizar

E a força do desejo
Faz-me c hegar perto de ti

Quando eu te falei em amor
Tu sorriste para mim
E o mundo ficou bem melhor
Quando eu te falei em amor
Nós sentimos os dois
Que o amanhã vem depois
E não no fim

Estas linhas que hoje escrevo
São do livro da memória
Do que eu sinto por ti
E tudo o que tu me dás
É parte da história
Que eu ainda não vivi.

12 Comments:

At dezembro 02, 2006 1:21 da tarde, Blogger angel bar said...

Para começar em grande o fim de semana... Um beijinho e muita música.

 
At dezembro 02, 2006 2:32 da tarde, Anonymous safira said...

Olá
São as emoções que nos fazem andar para a frente.
Parabéns pelo teu blog

 
At dezembro 02, 2006 2:48 da tarde, Anonymous isutil said...

Afinal temos mais um facto em comum:André sardet.
Além do Foi Feitiço, adoro a poesia de "Quero voar, Quero Voar"
Mai suma vez provas que tens bom gosto.
Beijinhos

 
At dezembro 02, 2006 4:01 da tarde, Blogger Alexandre said...

ANGEL:Eu sou de manias - atenç
ao,boas manias, hehehe-agora andocomesta música no ouvido, no carro, na aparelhagem,em todo o lado... mas um dia passa-me...

Beijinhos. Continuação de bom fim de semana.

 
At dezembro 02, 2006 4:06 da tarde, Blogger Alexandre said...

SAFIRA,

Que bom! Sabes bem que sou um ser emotivo, gosto de viver as coisas intensamente...

Obrigado pelos teus elogios. As tuas palavras e a tua presença são um privilégio para mim...

Beijokas. Espero que a tese esteja quase pronta... Bjokas:):):):):)

 
At dezembro 02, 2006 4:09 da tarde, Blogger Alexandre said...

ISUTIL:

Se o Andre Sardet fosse de Lisboa já estaria nos píncaros hámuito tempo. Como é de Coimbra teve que provar que é muito bom para chegar onde chegou. E provou!

Espero vê-lo num dia ao vivo,mas não agora na aula magna dia 9 que deve ser uma grande confusão.

Beijokas. E super obrigado! Tb gosto desse tema, aliás, gosto de todos...

 
At dezembro 02, 2006 5:54 da tarde, Blogger MARTA said...

Tema bem escolhido - é muito bonita.
Obrigada
Beijos e abraços
Marta

 
At dezembro 02, 2006 5:58 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Essa letra fala de amor verdadeiro e por isso é tão bela.

Beijos de luz.

 
At dezembro 02, 2006 6:49 da tarde, Blogger Betty Branco Martins said...

Olá Alexandre

Obrigada pela partilha - sabe bem:))

Adoro canções de amor - fazem-nos ver-sentir as coisas mais bonitas

Beijinhos com carinho
BomFsemana

 
At dezembro 02, 2006 8:36 da tarde, Anonymous isutil said...

A este próximo concerto também não posso ir. Quando souberes de outro, mesmo que não seja em Lisboa, avisa, pois estás mais a par destes acontecimentos. Como sabes não me IMPORTO MESMO NADA de conduzir,por isso posso ir mesmo um pouco mais longe
Beijokinhas e bom fim de semana

 
At dezembro 04, 2006 2:40 da tarde, Blogger MJose said...

Olá Alex!
Pois é... Verifico que temos gostos muito semelhantes no que se refere à música (ou não metessemos os dois àgua à força toda...Para quem nos lê, convém dizer que falo de signos, apenas!).
André Sardet é, há muito tempo, uma das minhas grandes referências no panorama musical,não só porque tem uma voz quente e lindíssima, mas porque canta temas com muito conteúdo e de grande profundidade emocional (alguns segundo me consta, de sua autoria). O que me dá sempre muito prazer ouvir! Por exemplo, este tema a que te referes, ou um que ainda gosto mais e que agora, não sei bem porquê passou a estar na "berra" em tudo o que é rádio, neste país: falo concretamente do "feitiço" que já há muitas, muitas luas me enfeitiçou e que me há-de manter cativa por muito, muito mais tempo (pelo menos, enquanto me fizer arrepiar e sentir o que sinto quando o ouço).
Um aplauso grande para ti, meu amigo e vivam as emoções que dão sentido e cor às nossas vidas!
Beijinho

 
At dezembro 04, 2006 6:01 da tarde, Blogger Cocas said...

Confesso que não conhecia esta...acho que na verdade só conheçi uma dele...mas gostei :)
Beijos

 

Enviar um comentário

<< Home